quarta-feira, abril 11, 2007

O homem do século 21
Para os machistas o mundo está em crise, já para as mulheres há o surgimento de um novo homem. Mas que novo homem é este? O homem de hoje não possui o mesmo comportamento de antigamente, ele é híbrido, viril e vaidoso, forte por fora e doce por dentro, atencioso, preocupado com a aparência, sensível e menos autoritário, não tem a obrigação de trair e se preocupa com os sentimentos femininos.

Assim como as mulheres, os homens foram à luta em busca da felicidade. Mais discretos e nem tão revolucionários como elas, vieram cheios de vontade para ocupar um novo espaço na sociedade. E essa transformação do comportamento masculino fez-se necessário desde que à mulher alcançou sua emancipação e assumiu novos valores. Viver com o comportamento tradicional masculino, já não faz mais tanto sentido para o mulheril.

Os homens que cresceram na década de 90 experimentam territórios antes proibidos, expressando, por exemplo, seus sentimentos e vaidade em relação às roupas e ao corpo. Surge aí uma nova forma de ser macho. Sua dominação anteriormente praticada sobre o sexo feminino apodreceu, deixando amadurecer suas emoções antes sufocadas. Este novo homem aprendeu a verdadeira função paterna, o dia-a-dia com seus filhos, seja na reunião escolar ou no passeio de domingo. Hoje o homem luta pela guarda de seus filhos, chora, assume inseguranças e não sustenta a família sozinho. O homem aprendeu com a mulher a falar de sua intimidade, não que este assunto seja o seu predileto, mas percebeu o quanto era alienado.


O perfil masculino pode ser novo, mas a sociedade ainda é machista e este homem encontra muitas fraquezas em seu íntimo não podendo falar abertamente sobre elas. O momento para este novo homem é de questionamentos e inseguranças, o que não deixa de ser transmitido para as mulheres também.

Estamos vivendo em uma fase onde ainda existem dois tipos de homem, o tradicional e o contemporâneo. Faça a escolha de que lado você quer ficar. A idéia foi lançada, comece agora a sua metamorfose ou então ficará para trás!
Foto: reprodução
O estilo cowboy-matador vivido por John Wayne no cinema da lugar a personagens vividos por Richard Gere, que passa a ditar o novo comportamento masculino, mostrando que o homem não precisa ter fama de mau e sim ser romântico e vaidoso em suas atitudes.
Aqui todos os olhares são para você!

3 comentários:

Ricky disse...

Uau... Gostei do texto. bem convincente. Da pra comecar uma redacao e ganhar um A. Abracao. Ricardo

Anônimo disse...

Quero um homem desse...Ricky o que vc quis dizer com ganhar um A?
Kisses

Dione disse...

Gostei muito. A nossa velha luta feminista já tem reflexos.
Leia no meu blog http://dioneadvogada.blogspot.com/2007_01_01_archive.html
meu primeiro texto para perceber que foi preciso lutar por mudanças para encontrar hoje, você, aqui.
Abraço, Dione