sábado, janeiro 13, 2007

O COOPER
Da janela do escritório ela o observa de segunda a sexta no seu cooper matinal. Danadinha como é, não perde uma oportunidade sequer e dá sua paqueradinha. Não demora muito para que ele descole na lista telefônica, o número do escritório de onde ele também sempre a observa olhando – o pela janela.

- Alô, boa tarde, quem fala?
- Com quem gostaria de falar?
- Gostaria de falar com a moça dos longos cabelos pretos que trabalha aí.
- Humm, um minutinho, por favor.
Ela atende ao telefone e acreditando em sua intuição feminina infalível logo faz a associação daquela voz maravilhosa com o corpo sarado do corredor. Não deu outra, era ele mesmo, que ligara para fazer um convite à moça dos longos cabelos pretos da janela do escritório. Convite mais do que esperado, depois de ficar ali semanas apreciando ele passar correndo pra lá e pra cá sem soltar um sorrisinho. Ele é tímido, jamais tentaria tamanha proeza. Imagina o que ele fez pra tomar coragem e ligar pra ela, quase morreu de vergonha.

Como ela conhecia o cara apenas pelas espiadinhas da janela e por uma conversa ao telefone, ela preferiu encontrá-lo no lugar que ele marcou ao invés dele pegá-la em casa. Mulher independente é outra coisa. Nunca pusera os pés em tal lugar, afinal nunca tinha ouvido falar onde ficava esse tal de bar alternativo dançante.
Pouco importava o lugar, ela queria mesmo era estrear seu magnífico colant combinado com a bermuda reta tipo alfaiataria e salto alto, aqueles usados por Madonna e vistos no desfile da Neon no SPFW. O colant remete aos movimentos da dança, até então perfeito para a ocasião. Poderia ainda combiná-lo com peças amplas, para fazer um charme, mostrando uma alça, ou uma tira. Com saia grande e um cintão se faz também uma excelente combinação.

Lá está ela. Adentra ao recinto e ele lá, a espera da moça, que já não é mais da tão distante janela. Sua atenção é totalmente desviada a começar pelo som. Forró era a pedida da noite, o mulheril em peso usando aquelas rasteirinhas, isso sem falar no look dele, bem ao estilo forrozeiro. Dessa vez, quem fez seu cooper foi ela, que saiu correndo daquele lugar.
A Néon e seus maiôs e colants inspirados no universo das dançarinas
foto: reprodução

Aqui todos os olhares são para você!

Um comentário:

Ivan disse...

kakaka essa foi muito boa.. coitado do cara!!! a+